Arte e Engenho

A Arte Xávega é uma pesca artesanal feita com uma rede de cerco formando um saco, e um cabo com flutuadores com o dobro do comprimento de seu nome xalavar.

Esta pesca que remonta as civilizações pré-clássica e clássica no Mediterrâneo é introduzida mais tarde pelos muçulmanos na costa sul portuguesa. Na altura o nome muçulmano Xábaka deu origem, pelo português falado na época na região algarvia, novas expressões como “Jábega”, “Xávega” ou “Enxávega”.

Xinxorros são embarcações pequenas e planas que emitam as embarcações das civilizações pré-clássica e clássica dando origem a este tipo de pesca.

Mais tarde no sec. XVIII é introduzida esta técnica na costa portuguesa a norte e centro do país com barcos curvos em forma de meia lua. A técnica e o engenho mantêm-se até aos nossos dias, que outrora ajudados por juntas de bois, agora são substituídos pelos tratores.

Este tipo pesca tende a desaparecer nos nossos dias, pelo abandono dos pescadores devido à sua perigosidade e às restrições e leis impostas pela UE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *