A Inbicta

A invicta volta a fervilhar. Depois de ano e meio de pandemia, o Porto está cheio de turistas, e, fervilha. Todos sentem esse ambiente fantástico. Há quem se queixe de haver muita gente. Eu penso que é um “mal” necessário.

Há que saber perseverar a cultura desta cidade, os hotéis que nascem e o comércio tradicional que desaparecem não são culpa do aparecimento dos turistas mas sim de uma má gestão das pessoas que procuram o lucro, só o lucro.

Mesmo assim o balanço é positivo, o tempo irá separar o trigo do joio. Uma cidade precisa de pessoas que vivam e usufruam desses espaços com dignidade e alegria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *