Os cuidadores

Terrenos à margem do rio são todos os anos transformados em campos de sal.

Inanimados guardiões desse precioso bem tão que o homem tanto precisa, permanecem dia e noite mantendo esse chão branco quase imaculado.

O homem numa lenta mas constante caminhada, num vai e vem, junta o ouro branco que transforma a paisagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *