Riqueza ignorada 2

Trabalho árduo sem rosto. Pouca gente preocupa-se com os rostos destas pessoas. Trabalha-se de sol a sol, debaixo de um calor que curte qualquer pele que ouse expor-se.

Marnotos de profissão, gente de carne e osso que abraçou esta arte com alma e coração e que ousa em fazê-lo almejando ganhar o pão do dia-a-dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *